Supostas vacinas para o COVID-19, resultados de testes falsos, carteiras de vacinação, estão estão sendo comercializada(o)s na dark web, infringindo uma lista longa de crimes cibernéticos que tiram proveito da pandemia do coronavírus para lucrar (e estão conseguindo!).

Um fenômeno novo e preocupante é que os consumidores estão realmente comparando as vacinas do COVID-19 no mercado negro devido ao aumento da demanda em todo o mundo”, disse Anne An, pesquisadora de segurança da McAfee, “Como resultado disso, vacinas COVID-19 ilegais e os registros de vacinação (as carteirinhas) estão em uma alta demanda na dark web”.

O mercado negro da venda de vacinas e documentos

Vacinas falsas?

Essa necessidade das pessoas se vacinarem e a alta demanda no mundo, criou um mercado clandestino onde pelo menos uma dúzia de sites na dark web estão vendendo mercadorias relacionadas ao COVID-19, como supostas vacinas da Pfizer-BioNTech compradas por cerca de 500 dólares por cada dose de fornecedores que utilizam plataformas como Wickr, Telegram, WhatsApp e Gmail para “publicidade” e “comunicações”.

Existem vacinas sendo vendidas por valores entre 600 a 2.500 dólares, permitindo que clientes em potencial recebam o produto dentro de 2 a 10 dias. Um outro fornecedor foi identificado vendendo 10 doses supostamente da Moderna por 2.000 dólares. As vacinas são importadas dos EUA ou embaladas no Reino Unido, e em seguida, enviadas para outros países em todo o mundo.

Carteira de vacinação

Além disso, carteiras de vacinação falsas supostamente emitidas por órgãos governamentais dos EUA, como o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), estão disponíveis a partir de 50 dólares e chegando a 1.500 dólares. Outro fornecedor não identificado está oferecendo carteiras de vacinação alemãs do COVID-19 por meros 22,35 dólares.

COVID-19: Estão vendendo a vacina e outros documentos na Dark Web
Supostas doses de vacinas sendo comercializadas na Dark Web | COVID-19: Estão vendendo a vacina e outros documentos na Dark Web | Fonte da imagem

Outros casos

Esse não é um caso isolado. No início de março, a empresa de segurança cibernética Check Point divulgou detalhes sobre um fórum de hackers que estaria promovendo a venda de vacinas COVID-19 e carteiras de vacinação com descontos oferecidos por fraudadores localizados nos EUA e em países europeus, como a Espanha, Alemanha, França e Rússia.

Resultados falsos de testes negativos de COVID-19 e certificados de passaporte da vacina estão sendo vendidos por valores entre 25 a 250 dólares respectivamente, com anúncios na dark web para vacinas aumentando em mais de 300%, chegando a ultrapassar 1.200 dólares nos três primeiros meses de 2021, disse a empresa.

Resultados negativos para o teste de COVID ou uma carteira de vacinação estão se tornando a galinha dos ovos de ouro que abrirá as portas para as restrições impostas por países e permitirá que as pessoas se movimentem com maior liberdade”, explicaram os pesquisadores da Check Point. “E claro, isso cria uma oportunidade para criminosos e golpistas a enganarem aquelas pessoas que estão dispostas a se arriscar ao usar documentos falsos para obter essa liberdade”.

O FBI teve que se posicionar

O surgimento de ganhos ilegais em relação as vacinas e de certificados de testes falsos levou o FBI a emitir um alerta, onde afirma que os envolvidos na compra ou venda de carteiras de vacinação do COVID-19 falsos não apenas colocam em perigo outros cidadãos que podem contrariar o vírus, mas também violam a lei pelo uso não autorizado do selo de uma agência oficial do governo, como o Departamento de Saúde (HHS) ou do CDC.

Quem compra também sai perdendo

“O ciclo de venda e compra no mercado negro da Internet continua à medida que a demanda aumenta, que por sua vez cria a oferta”, disse An. “Além de vender vacinas para a COVID-19, cartões de vacinação e resultados de testes falsos, os cibercriminosos também podem se beneficiar vendendo nomes, datas de nascimento, endereços residenciais, detalhes de conta e outras informações de seus compradores”.

Confira neste link 10 dicas de como trabalhar em casa sem riscos a sua cibersegurança.

Fonte:

https://thehackernews.com/2021/05/dark-web-getting-loaded-with-bogus.html

Fonte da imagem usada na capa do post:

https://www.wired.com/story/dark-web-teeming-with-vaccine-listings/

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
O Analista
Adoro letras verdes sob um fundo preto...

You may also like

More in:Security