Compartilhe:

Após uma semana a Apple ter lançado seu novo smartphone, o iPhone X, no dia 3 de novembro, um grupo de hackers alegou ter conseguido enganar a tecnologia de reconhecimento facial da Apple, o Face ID, utilizando uma máscara impressa em 3D que custa menos de 150 dólares.

Pois é caro(a) leitor(a), a tecnologia de reconhecimento facial “ultra segura” da Apple para o iPhone X não é tão segura tanto quanto a empresa alegou durante seu evento de lançamento em setembro deste ano.

O time de engenharia da Apple tem trabalhado com fabricantes de máscaras profissionais e artistas de maquiagem de Hollywood com o objetivo de se proteger contra essas tentativas de burlar o Face ID“, disse o vice-presidente mundial de marketing da Apple, Phil Schiller, durante o evento.

No entanto, a má notícia e que pesquisadores da empresa vietnamita de segurança cibernética Bkav, conseguiram desbloquear o iPhone X usando uma máscara comum.

Sim, os pesquisadores da Bkav têm uma opção melhor do que apenas segurar o aparelho na frente de seu rosto enquanto você dorme. Eles recriaram o rosto do dono combinando a impressão de uma máscara 3D, maquiagem e imagens 2D utilizando algum “processamento especial feito nas bochechas e ao redor do rosto, onde há grandes áreas de pele” e o nariz é criado a partir de silicone.

Os pesquisadores também publicaram um vídeo de prova de conceito, desbloqueando o aparelho primeiramente com a máscara, e em seguida, utilizando o rosto do pesquisador da Bkav.

Muitas pessoas no mundo tentaram utilizar diferentes tipos de máscaras, mas todas as alternativas falharam. É porque entendemos como a IA (Inteligência Artificial) do Face ID funciona e como burlá-la“, disse em uma FAQ no site da Bkav.

Você pode experimentar com seu próprio iPhone X, o telefone deverá reconhecê-lo, mesmo quando você cobre a metade de seu rosto. Isso significa que o mecanismo de reconhecimento não é tão rígido quanto você pensa. A Apple parece confiar demais na IA do Face ID. Só precisamos construir a metade de uma máscara. É ainda mais simples do que pensávamos.

Utilizamos uma impressora 3D popular. O nariz foi feito por um artista artesanal. Usamos a impressão em 2D para outras partes (semelhante à forma como enganamos o Reconhecimento Facial há 9 anos). A pele também foi feita à mão para enganar o IA da Apple” disse a empresa.

Deve-se levar conta que criar uma máscara para desbloquear o iPhone de alguém é um processo demorado e não é possível invadir o iPhone de uma pessoa aleatoriamente.

No entanto, para ter mais privacidade e segurança, recomendamos que utilize uma senha em vez da impressão digital ou o Face ID para desbloquear seu telefone.

Fontes

https://thehackernews.com/2017/11/iphone-face-id-unlock-hack.html

http://www.bkav.com/d/top-news/-/view_content/content/103968/face-id-beaten-by-mask-not-an-effective-security-measure

 

Compartilhe: