Compartilhe:

Uma das dificuldades que tenho enfrentado antes de alguma apresentação é quando preciso instalar o driver do projetor em meu Linux (Mint). Às vezes por conta do tempo que levaria para instalar o driver momentos antes da apresentação ou simplesmente pelo driver não funcionar é que acabo apelando pela ajuda de algum voluntário ou até de minha esposa para avançar os slides.

Nessa busca aleatória de coisas que poderiam me ajudar no dia a dia é que encontrei uma ferramenta chamada “Wifi Mouse” (Sugestivo não?). Ela simplesmente transforma o seu smartphone ou tablet em um mouse sem fio, teclado, trackpad e outras coisas mais.

O Wifi Mouse é composto de um app (disponível para Android, iPhone e iPad), que controlará remotamente o laptop e do Mouse Server (disponível para Ubuntu, Fedora, Mac e Windows), que receberá a conexão via wifi do app.

A versão utilizada neste post foi a gratuíta. Ela possibilita que você controle seu computador como se estivesse utilizando o mouse, bem como digitar algo nos programas que abrir. Na versão completa você poderá por exemplo, virtualizar um controle de videogame e outras coisas mais.

Focaremos na instalação do Mouse Server em ambiente Linux, mais precisamente na distribuição Linux Ubuntu (64 bits) 16.04, mas algumas das dicas passadas poderão ser utilizadas para outros sistemas operacionais.

Instalação

São dois componentes que iremos instalar: um app para Android e outro para Ubuntu, que será o Mouse Server.

Android

Procure pelo app Wifi Mouse na Play Store e instale tranquilamente.

Ubuntu

Faça o download do arquivo MouseServerLinux64 através do comando:

wget http://wifimouse.necta.us/MouseServerLinux64.zip

Descompacte o arquivo baixado:
unzip MouseServerLinux64.zip

Instale o Mouse Server com o comando:

sudo dpkg -i mouseserver-1.0.1-x86_64.deb

Após instalado o Mouse Server, procure pelo atalho criado e acesse-o:

Em meu caso, como estou utilizando o Linux Mint 18 (Ubuntu 16.04), um ícone da ferramenta foi criado na barra inferior, canto  direito, sinalizando que o “servidor” está no ar, esperando por conexões.

Abra o app em seu smartphone (o ícone no meu ficou com o nome de “Rato Wifi”). A parte em destaque na figura abaixo é o nome do notebook que possui o Mouse Server. Toque sobre ele.

Na figura abaixo temos um espaço maior, que poderá ser utilizado como um touchpad, e os 3 botões mais abaixo seriam os botões do mouse.

Pronto!
À partir de agora você poderá controlar o seu computador e fazer aquela moral quando for dar uma palestrinha básica.. rsrs

Dicas de segurança

Utilize esta ferramenta somente em uma rede sem fio criada por você ou a de sua casa (que você tenha certeza de que somente pessoas autorizadas a estejam utilizando). Jamais utilize-a em uma rede sem fio pública, pois os dados digitados em seu smartphone através do Wifi Mouse poderão ser visualizados por terceiros (com o Nmap, Tcpdump, etc).

Todo serviço em execução funciona em uma determinada porta (tcp ou udp por exemplo), sendo assim, estará acessível para outros que estiverem na mesma rede que você.

O Mouse Server funciona na porta 1978/tcp, 1980/udp e em uma terceira porta (udp) aleatória, onde faz o broadcast na rede:

Como bom curioso que sou, coloquei o Wireshark em execução, a fim de ver o que está trafegando na rede:

Se reparar na parte em destaque na imagem acima, verá algo.

Cada movimento executado no trackpad gera um tráfego de protocolo tcp, além de tudo que digitar no app ser transmitido sem criptografia. Por isso a necessidade de utilizar o software em um ambiente controlado.

O Wifi Mouse é uma ferramenta realmente muito boa, só temos que tomar cuidado onde a utilizamos.

Assim como toda ferramenta do genêro, devemos tomar os devidos cuidados.

Até a próxima!

Fonte:

http://wifimouse.necta.us/

Compartilhe: